Category Archive : BARRA DE SÃO MIGUEL

Grupo Ritz investe R$ 45 milhões em novo condo-hotel na Barra de São Miguel

A empresa Ritz Incorporações, proprietária das marcas de hotéis Ritz Lagoa da Anta e Ritz Suítes, além da Construtora Concoe, acaba de lançar um empreendimento de altíssimo luxo na Barra de São Miguel, famoso balneário no litoral sul alagoano a 25km da capital Maceió.

Ritz Barra de São Miguel (ou apenas Ritz BSM), um luxuoso Condo Hotel Boutique pé na areia com total conforto e privacidade para turistas, moradores e investidores.

Concebido a quatro mãos pelos renomados arquitetos Edalmo Lobo (AL) e Mario Santos Costa (RJ), o Ritz Barra de São Miguel obteve, após sete anos de negociações e adequações, todas as licenças ambientais aprovadas pelo IMA (Instituto do Meio Ambiente) e o alvará de construção emitido pela Prefeitura da Barra de São Miguel.

Este será o primeiro Condo Hotel Boutique de Alagoas.

Serão 76 apartamentos, entre 34 e 165 metros quadrados, divididos em 5 pavimentos, com lofts, apartamentos de um e dois quartos e coberturas com área de lazer e piscina exclusivas. O inicio das obras será em abril de 2021, com prazo para entrega de 24 meses.

O projeto engloba ainda um Bar de Praia e Bar na Piscina, Fitness Center frente mar, SPA, Lounge, Pub, Conference e Business Center, além de um charmoso restaurante, assinado pela chef Marcella Coelho.

abaixo, confira imagens do projeto:

Condo Hotel Boutique Ritz | Foto: Projeto/Divulgação
CONDO HOTEL BOUTIQUE RITZ | FOTO: PROJETO/DIVULGAÇÃO
Condo Hotel Boutique Ritz | Foto: Projeto/Divulgação
CONDO HOTEL BOUTIQUE RITZ | FOTO: PROJETO/DIVULGAÇÃO
Condo Hotel Boutique Ritz | Foto: Projeto/Divulgação
CONDO HOTEL BOUTIQUE RITZ | FOTO: PROJETO/DIVULGAÇÃO
Condo Hotel Boutique Ritz | Foto: Projeto/Divulgação
CONDO HOTEL BOUTIQUE RITZ | FOTO: PROJETO/DIVULGAÇÃO
Condo Hotel Boutique Ritz | Foto: Projeto/Divulgação
CONDO HOTEL BOUTIQUE RITZ | FOTO: PROJETO/DIVULGAÇÃOMAGEN

 

Maceió e Barra de S. Miguel: redutos de italianos, argentinos, portugueses e franceses

Barra de S. Miguel AL- Uma equipe do Maceió Urgente,  realizou uma reportagem em Maceió e Barra de São Miguel, litoral norte de Alagoas, para fazer um perfil dos empresários estrangeiros que atuam na região. São donos de bares, restaurantes, pousadas e hotéis. A Praia da Barra de São Miguel está situada no município da Barra de São Miguel, na Região Metropolitana de Maceió, em Alagoas. Tem tudo o que uma pessoa pode querer durante uma escapadinha de final de semana, e até mesmo para passar uma boa temporada de férias, após essa pandemia do coronavírus. Barra de S. Miguel é o point neste feriado de Dia das Crianças.

A cerca de 30 Km do centro de Maceió, a Praia da Barra de São Miguel é a escolha ideal para desfrutar de um dia bem relaxado, ao mesmo tempo que curte um mar de águas bem clarinhas.

Como ela é protegida por uma barreira de corais, durante a maré baixa usufruir de uma grande piscina natural. Aliás, uma das maiores formações de barreiras de corais encontra-se mesmo na Praia da Barra de São Miguel.

Durante a maré alta as ondas são fortes, consideradas as melhores ondas do estado. Este fato faz com que essa praia agrade a todo o mundo: boas ondas para esportes, e a maior piscina natural do estado.

Ao contrário de outras praias de Maceió, como a Praia de Jatiúca, a Praia da Barra de São Miguel fica abarrotada durante os finais de semana, principalmente porque a faixa de areia é bem curta, e fica cheia com as cadeiras e guarda-sóis.

Assim, se vai fazer uma visita, o melhor é escolher um dia da semana, quando a praia se encontra mais vazia, e se está indo no final de semana, o melhor é ir bem cedo para ter a certeza que arranja um bom lugar para se sentar.

Estrutura na Praia da Barra de São Miguel

O bairro da Barra de São Miguel oferece uma boa infraestrutura para turistas, especialmente na parte turística. Tem várias pousadas, restaurantes, bares, quiosques, e vários pontos de comércio.

A cerca de 40 Km do centro de Maceió, e 21 Km do Marechal Deodoro, a Praia da Barra de São Miguel encontra-se bem servida de transportes. Em Maceió conta com o Aeroporto Internacional, que faz voos diários para vários pontos do país e estrangeiro. De lá saem vários traslados, os quais podem ser arranjados pela sua agência de viagem ou hospedagem.

Tem vários ônibus que saem do centro de Maceió para a Barra de São Miguel. A cada 15 minutos sai um ônibus com direção à Barra, e a viagem demora cerca de 1 hora e 30 minutos.

 

Maceió

Que Alagoas é um dos destinos mais procurados entre os viajantes, não há dúvidas. Um dado que comprova é o número de passageiros que passam pelo Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, que cresceu 13,18% no mês de setembro. No acumulado do ano, este número chega a 2,01%, com mais de 1,5 milhão de passageiros circulando pelo aeroporto em 2017.

Mas há quem chegue para uma visita e resolva atracar nas águas alagoanas, trazendo novidades como línguas e culturas diferentes e uma gastronomia temperada com toques especiais. Com isso, o mercado de bares e restaurantes alagoano vem ganhando o investimento de estrangeiros.

Em um velereiro, a argentina Nidia Inês Battaglia chegou a Alagoas em 1993 após 7 anos morando na embarcação. O primeiro ponto de parada foi a Barra de São Miguel, depois uma passagem pelas águas do Francês, em Marechal Deodoro.

Nidia Inês Battaglia decidiu morar em Alagoas e abrir um restaurante vegetariano

FOTO: ANA CLARA MENDES

“Conhecia o Brasil das temporadas de férias. Saímos de barco de Buenos Aires e começamos a velejar por vários estados. Comecei a morar no veleiro com os dois filhos pequenos. Já viajando, nasceu o terceiro em Porto Seguro. Mas ao chegar a Alagoas, escolhi parar e ficar”, relembra Nidia.

Ela conta que como sempre gostou de cozinhar, e com um incentivo dos amigos e familiares, resolveu abrir um restaurante. Em 2012, a argentina resolveu apostar em Maceió. “Faço alimentação natural há muitos anos, sempre fiquei nessa linha. Em um momento, eu estava precisando mudar de ramo e uma amiga, que veio visitar, trouxe a ideia e me encorajou a abrir o Serafim”, explica.

Para abrir o restaurante vegetariano, Nidia fez um trabalho de pesquisa. Ela conta que o primeiro passo foi um almoço-teste. “Para ver se as pessoas aceitavam essa alimentação vegetariana e foi um êxito. Comecei a procurar uma casa em Maceió, em agosto e já em outubro abrimos o restaurante”.

Nidia explica que a aceitação dos pratos vegetarianos foi excelente e que, além da influência argentina, há temperos descobertos em viagens por todo o mundo. “Este ano fiz uma viagem para a Europa e percebi que a gente tem uma variedade de pratos maravilhosos. Procuro uma alimentação orgânica, não uso temperos industrializados, todos são naturais. E a comida é muito saborosa”. Da culinária dos amigos hermanos, ela trouxe os caldeirões de mita (milho), pudim de beringela.

“Muita coisa que veio da minha casa, como minha mãe fazia. A comida argentina tem muita origem italiana e espanhola. Faço um feijão branco muito bom, que se cozinha na minha casa com muita verdura, além de empadas e tortilhas espanholas”, destaca Nidia.

A comunicação

Para se comunicar com os clientes, a argentina conta que usa o “portunhol”, misturando as palavras na língua portuguesa e na língua espanhola.

“Eu uso as palavras que prefiro e que representa mais meu sentimento. Mas a gente vai aprendendo e conversando com as pessoas, com os filhos, que são brasileiros. No início, tinha algumas dificuldades por ser estrangeira, mas hoje em dia é mais tranquilo”, avalia Nidia.

O diferencial do Serafim, que mostrou para os alagoanos que a comida vegetariana não é apenas salada, é o ambiente. “As pessoas vêm pelo sabor da comida e pela variedade, além que não é apenas mais um restaurante. É um local onde você se sente confortável, se sente em casa. As pessoas vêm até para trabalhar, conversar com os amigos, recuperar essa cultura da amizade, do tempo para desfrutar. A ideia é fazer um slow-food. Apesar de que a comida está pronta na mesa. Comida orgânica e saudável, hábitos saudáveis. Filosofia de vida, sentir-se mais completo”, destaca Nidia.

Luís Teixeira apostou em uma “Tasca Portuguesa”

FOTO: ANA CLARA MENDES

 

A história de um Português

Após percorrer toda a Europa e, aos 19 anos, se formar em Gastronomia na Inglaterra, Luís Teixeira chegou a capital alagoana. E já são 25 anos de história e negócios no estado.

“Já tinha negócios em Alagoas enquanto morava em Portugal, onde fui criado. Passei pela França, me especializei em crepes. Depois fui para a Espanha, voltei para Portugal e há sete anos cheguei a Maceió para ficar”, relembra.

O primeiro estabelecimento foi uma creperia francesa, mas a ideia de um bistrô pequeno e com a tradicional culinária portuguesa já existia. “Eu acho os alagoanos muito adeptos à gastronomia portuguesa. Então, decidi abrir um restaurante, o Tasca Portuguesa”.

Para Luís, apesar de ter família morando em Maceió e já conhecer o lugar, no início, a adaptação não foi tão fácil. “Achamos que por termos tios morando aqui e ser um lugar que a gente conhecia, seria mais fácil a adaptação. Mas no princípio tive algumas dificuldades, pois querendo ou não, vir da Europa é uma diferença muito grande”, conta.

Uma das dificuldades foi com a língua, já que, segundo ele, cada lugar tem seu próprio idioma. “Nós europeus, achamos que os brasileiros falam muito rápido. Então muitas coisas eram difíceis no principio, mas hoje em dia é mais tranquilo”, explica.

O cardápio para as terras brasileiras

“Aqui oferecemos desde o bacalhau até o filé, passando pelo filé de peixe, pelo camarão, tentamos fazer uma gastronomia variada. Tentamos fazer a verdadeira gastronomia portuguesa, tudo preparado de maneira tradicional”, destaca.

Luís conta que busca sempre mostrar a cultura portuguesa. “Os tradicionais pastel de Belém, travesseiros de cintra, doces típicos portugueses, também fabricamos aqui. A gastronomia portuguesa é muito rica em termos de molho e sabor, é uma comida bem apurada”.

O diferencial do restaurante, Luís explica que é a proposta de ser uma tasca: pequenos espaços onde se come e bebe bem. “A aceitação foi muito boa, a procura pela casa é muito grande. Há até clientes que falam que está pequena, mas é a nossa proposta, um ambiente aconchegante. Sempre estamos atualizando o cardápio com mais opções de pratos”.

Ela diz ainda que grande parte dos clientes é de Portugal ou são alagoanos que já conhecem a cultura portuguesa. “O povo de Maceió nos abraçou e temos uma clientela muito vasta, de todas as idades”, destaca.

Argentinos apostaram em um pub e conquistaram o público de Maceió

FOTO: ANA CLARA MENDES

 

Los hermanos

Mesmo sem conhecer a cidade, Maceió foi escolha à primeira vista. Em 2013, o argentino Bruno Giacobbo e mais dois amigos, os irmãos Joaquim e Juan Luiz Menendez, concretizaram a ideia antiga de abrir um bar em terras brasileiras.

“Olhava Alagoas no mapa e achava longe. Vimos que Maceió era uma cidade de praia e decidimos ficar por aqui”, contou o argentino, acrescentando que o bar começou como uma aventura, mas acabou virando um negócio.

E negócio de sucesso. Aberto há quatro anos, o pub El Lugar, localizado no bairro da Jatiúca, conquistou os maceioenses. O número de pessoas que frequentam o local é tão grande, que aos finais de semana fica difícil entrar.

Nascido na sul da Argentina e criado na Patagonia, o empresário conta que a comunicação foi difícil no início, mas que com a prática e uma ajudinha dos clientes, eles aprenderam algumas palavras da língua portuguesa. “Hoje consigo falar e entender o português, mas a adaptação foi um processo engraçado”, contou.

Com o objetivo de trazer para a cidade um pouco dos drinks e da gastronomia argentina, o bar teve uma ótima aceitação do público, de acordo com Bruno. “Assim como toda coisa nova, não sabíamos se ia dar certo ou não. Começamos a divulgar nas faculdades, na praia, nas ruas e a aceitação do publico foi muito boa e sempre vamos conquistando clientes novos, é muito gratificante”, disse.

Não faltam referências argentinas quando se fala do pub. Segundo Bruno, o trio sentia muita falta de um bar com um grande balcão, tradição dos estabelecimentos argentinos. No cardápio, as tradicionais empanadas, chori com fritas e milanesas são a grande pedida. Além, é claro, das diversas opções de drinks , diferencial do bar.

O argentino explica que a marca registrada do El Lugar é atender aos clientes da mesma forma que os hermanos recebem um amigo em casa. “Bebida gelada e comida gostosa, esse é nosso produto. Se é para atender ao público, que sejamos sempre amáveis e consigamos que o cliente passe um bom momento dentro dessa casa”.

Para o futuro, Bruno ressalta a vontade de ampliar o estabelecimento e melhorar cada vez mais o atendimento. “Gostamos muito do setor de serviços, de oferecer coisa nova. Expandir o negócio em outra cidade também estar no nosso planejamento”, explica.

Fonte: Maceió Urgente com informações Gateza WEB

Turismo em Maceió: passeio para praias do Francês, Barra de S. Miguel e Gunga

Maceió (AL), Brazil- Ontem, sábado, a equipe do Maceió Urgente fez um passeio com apoio da Quaraçá Pousada (www.quaracapousada.com.br), e da Maceió Turismo (maceioturismo.com.br). A saída foi às 7h30, da Quaraçá Pousada num mirco ônibus com ar condicionado. Passamos por pontos turísticos da cidade histórica de Maceió, anfitrionado pelo guia turístico Monteiro. Após seis meses sem movimento, o turismo em Alagoas volta com força. Vários ônibus de turismo fazem esse tipo de passeio, com destaque para a Maceió.

 

A primeira parada foi na praia do Francês, que além de ter águas claras e refrescantes o ano todo, o lugar dispõe de uma extensa rede de hotéis, pousadas e restaurantes.  O destaque são para as lojinhas de artesanato que oferecem de tudo para os visitantes.

Hotel Ponta Verde, do Francês: nota zero em acolhida ao turista

O ponto negativo foi a falta de preparo dos atendentes do Hotel Ponta Verde da praia do Francês. Educação e gentileza não são seus fortes. Um turista precisou desesperadamente de um banheiro, mas não foi autorizada a entrada dele por não ser hóspede. Nota zero em acolhida.

A segunda parada foi em Barra de São Miguel, uma pacata cidadezinha de 7 mil habitantes que na alta temporada atinge a mais de 100 mil, a maioria turistas nacionais e estrangeiros. O local é paradisíaco. De lá partem barcos que levam à paradisíaca praia do Gunga, da qual vamos falar daqui a pouco, logo abaixo. O ponto negativo da Barra de São Miguel é que vão derrubar todas as barracas (foto) que já não estão funcionando. Uma pena.

Então seguimos para o destino final. Chegamos às 10h. Monteiro, nosso guia, disse que vamos ficar até às 15h30. Que deveríamos ficar preferencialmente na barraca Verano, que na verdade, é um excelente bar e restaurante. Nota 10 mesmo. A praia do Gunga é por si só um paraíso. Um cartão postal de Alagoas. Tomar banho em suas águas calmas é algo incomparável e inesquecível. Quem conhece jamais esquece.

Sobre a Maceió Turismo

A Maceió Turismo realiza passeios diários para diversos pontos turísticos de Alagoas e Pernambuco: Praias do Francês, Barra de S. Miguel, Gunga, Dunas de Marapé, Delta do S, Francisco, Cannyon do Velho Chico, 9 Ilhas, Angra de Ipioca, Paripuera, Sonho Verde, Maragogi, Ilha da Croa, Porto de Galinhas (PE), São Miguel dos Milagres, etc. Os valores variam de 30 a 110 reais. Aceita todos os cartões. Contato: 082-99981-9608 e 082-3034-2216.

Vejam algumas fotos:

 

Fonte e fotos: equipe Maceió Urgente

BARRA DE SÃO MIGUEL: DICAS DE PASSEIOS E HOSPEDAGEM EM ALAGOAS

Nesse post você encontrará dicas de viagem a Barra de São Miguel, com sugestão de passeios hospedagem no litoral sul de Alagoas – o estado mundialmente conhecido em razão de suas praias de tonalidade água azul turquesa e coqueirais que se estendem por quilômetros margeando o mar.

Como chegar em Barra de São Miguel?

Barra de São Miguel está a 32 km de distância de Maceió. Assim, basta pegar um voo até a capital alagoana, alugar um carro e dirigir por cerca de 40 minutos até o destino final.

Se estiver em Maceió, siga rumo ao litoral sul de Alagoas pela AL 101 sul, no sentido Marechal Deodoro (outra cidade que recomendo conhecer).

É uma viagem que pode, inclusive, ser feita em um feriado ou final de semana prolongado, dado à facilidade de acesso.

Outra opção é fazer como eu fiz e aproveitar para curtir uma “road trip” entre as praias do litoral de Pernambuco e Alagoas.

Compartilho agora o meu roteiro de viagem para caso você queira fazer algo semelhante:

Pegamos o carro em Recife e devolvemos em Maceió, passando por Porto de Galinhas (Ipojuca), Praia dos Carneiros, Japaratinga, Porto de Pedras (hospedagem na Praia do Patacho), São Miguel dos Milagres (hospedagem na Praia do Toque) e Barra de São Miguel.

Por questão de tempo (antes de desembarcar em Recife passamos alguns dias em Fernando de Noronha), fizemos esse roteiro em 9 dias, porém, indico que ele seja feito em 15, pois assim será possível aproveitar ao máximo a região, incluir algumas paradas extras ou mesmo mais dias em cada local.

A parte boa de fazer esse roteiro de carro é que você quem decide como fazer e em quanto tempo fazer. O importante é ter em mente que o gostoso é ter o maior tempo possível para poder curtir as praias, descansar e fazer os passeios diferentes que a região proporciona.

Em relação ao aluguel de carro, recomendo os serviços da Rentcars, que faz a busca dos melhores preços em locadoras diferentes, apresentando a você o melhor deles.

Mirante do Gunga em Barra de São Miguel
Mirante do Gunga – Praia do Gunga

Confira o vídeo com a descrição do nosso roteiro completo pelo litoral de Pernambuco e Alagoas:

Quando ir a Barra de São Miguel?

O nordeste brasileiro possui, em regra, duas estações bem definidas: o verão e o inverno. No inverno não se tem baixas temperaturas, todavia, as chuvas são frequentes.

O clima se mantém quente durante todo o ano (a temperatura média da água costuma variar entre 26 e 28 graus e a temperatura média anual é de 28 graus), mas os meses de chuva e vento devem ser evitados se o seu desejo é conhecer as piscinas naturais de água calma e cristalina.

Passado o período de inverno e chuvas (junho até agosto), as águas voltam a acalmar e recuperam a tonalidade azul.

A partir de setembro já costuma ser uma boa época para conhecer a região. Porém, as condições climáticas podem variar bastante de um ano para outro, e o que vai determinar se é ou não a melhor época para visitar Barra de São Miguel é a intensidade e período de chuvas.

Quando chove e venta, a água das lagoas se mistura à água do mar, deixando-o mexido e turvo. A consequência é a perda da visibilidade nas piscinas naturais, bem como da tonalidade azul turquesa que faz com que as praias de Alagoas sejam conhecidas como “Caribe Brasileiro”.

De dezembro até março é alta temporada, período no qual aumenta o fluxo de turistas e, na maioria das vezes, os preços.

Se puder escolher a data, saiba que outubro e novembro são ótimos meses para viajar para Alagoas (foge da alta temporada e pega as praias com mar calmo e azul).

Vila de pescadores em Barra de São Miguel
Vila de pescadores em Barra de São Miguel

Quanto tempo ficar em Barra de São Miguel?

Considerando apenas Barra de São Miguel, acredito que de 3 dias seja um bom período. Todavia, a quantidade de dias a ficar em cada lugar, depende muito do seu estilo de viagem e do que está buscando.

Se além de passear e conhecer as praias, você quer fazer a viagem visando descanso, então aconselho ficar um pouco mais. Ainda, se pretende estender viagem até a Foz do Rio São Francisco, acrescente 2 dias extras (pois bate-volta tende a ser cansativo).

Não tem certo ou errado, muito ou pouco, o fato é que você precisa decidir quanto ficar conforme o objetivo da viagem.

Eu fiquei 3 dias apenas em Barra de São Miguel (onde me hospedei), com bate-volta para as praias da região – foi bom, mas poderia ter ficado mais sem me sentir entediada!

  • Barra de São Miguel
  • Vila de pescadores – Barra de São Miguel

O que fazer em Barra de São Miguel?

Pegar uma praia

Barra de São Miguel é um pequeno município com pouco mais de 30 mil habitantes, conhecido por suas praias de mar calmo e tonalidade azul turquesa.

Uma grande barreira de arrecifes cerca a região e torna suas praias um dos melhores destinos para banho do país.

Para passar o dia na praia, uma boa opção é a barraca Praêro Beach Club, que tem uma boa infraestrutura na Praia do Niquim. Aderindo ao “day-use“, você pode usufruir de redes, mesas, espreguiçadeiras e piscina.

Praia do Gunga

Para mim, a Praia do Gunga, no município de Roteiro, é uma das mais lindas praias do Brasil. É possível chegar até ela a partir do passeio de barco pela Lagoa do Roteiro ou mesmo de carro.

Há uma infinidade de barracas de praia e, se quiser visitar partes mais “desertas” da praia, vale a pena investir em um passeio de buggy ou quadriciclo até as falésias e lagoas que margeiam a praia.

Uma opção ainda mais reservada é fazer um passeio privativo com o Daniel Brasil, da agência Aventura Eco Brasil, que te leva para explorar cantinhos bem diferentes e pouco visitados, incluindo praias, falésias e vila de pescadores.

Quando for à Praia do Gunga visite também o Mirante do Gunga: cartão postal de Barra de São Miguel e uma das vistas mais lindas que essa viagem lhe proporcionará.

A torre de observação tem vista para uma fazenda imensa de coqueiros (tudo ali é propriedade particular) e o acesso ao mirante custa R$ 3,00 por pessoa.

  • Mirante do Gunga
  • Mirante do Gunga

Praia do Francês

A Praia do Francês também não pode fazer no seu roteiro quando visitar a região.

Trata-se de uma praia bastante extensa localizada no município de Marechal Deodoro.

Se for na parte central da praia, notará que o mar é calmo, mas a área fica lotada. Por conta das características do mar (calmo) e quantidade de barracas de praia por ali, há grande concentração de pessoas.

Todavia, caminhando um pouco você perceberá que a praia tende a ficar mais e mais deserta e a exuberância do lugar pode ser vista de forma intensa.

A Praia do Francês também foi uma das paradas que fizemos no nosso tour de um dia com o Daniel Brasil da Aventura Eco Brasil, focada em turismo consciente e de experiência.

Aproximadamente 10 km dividem a Praia do Francês da Praia de Barra de São Miguel. Que tal uma caminhada ou corrida matinal?

Dica bônus: se você gosta de visitar cidades históricas e quer acrescentar um pouco de cultura na sua viagem, vale a pena conhecer a cidade histórica de Marechal Deodoro (primeira capital do Estado de Alagoa).

Praia do Francês em Marechal Deodoro
Praia do Francês em Marechal Deodoro

Visitar a Lagoa do Roteiro

Lagoa do Roteiro fica entre Barra de São Miguel e a Praia do Gunga.

Aproveite para fazer um passeio de barco pela lagoa e se, possível, estender até a linda Praia do Gunga.

Os bancos de areia que se formam no meio da lagoa também rendem paradas estratégicas para banho.

O próprio hotel onde nos hospedamos – Gungaporanga– oferece o passeio. Caso você não esteja hospedado no hotel, pode fechar o passeio diretamente com os barcos que ficam na ponta da Barra de São Miguel.

Lagoa do Roteiro vista do Gungaporanga Hotel
Lagoa do Roteiro vista do Gungaporanga Hotel

Dunas de Marapé

Dunas de Marapé fica no município de Jequiá da Praia (litoral sul), ceca de 1 hora de carro de Maceió.

Trata-se de uma praia mais reservada – uma boa ideia principalmente para quem viaja na alta temporada e quer um lugar menos movimentado para passar o dia.

O acesso à praia se dá através de um barquinho que atravessa o Rio Jequiá (o carro fica estacionado antes desse trecho).

Na maré baixa é possível atravessar o Rio Jequiá caminhando e assim ter acesso à praia de Dunas de Marapé.

Foz do Rio São Francisco

Com mais tempo, vale a pena estender viagem até a divisa do Estado de Sergipe e fazer um passeio de barco na Foz do Rio São Francisco.

Durante o trajeto, seja na ida ou na volta, pare na Praia do Pontal do Coruripe.

Nosso passeio com a Aventura Eco Brasil

Passamos um dia com o Daniel Brasil, idealizador da Aventura Eco Brasil, uma operadora de turismo consciente, nascida em terras indígenas, cujos passeios proporcionam momentos conhecimento, aprendizado e reflexão.

Considerando que teríamos apenas um dia, optamos por fazer uma combinação entre os diferentes passeios oferecidos e, assim, ter a oportunidade de mostrar para você um pouco de algumas das experiências oferecidas.

Começamos nosso dia conhecendo o Rio Niquim, depois visitamos o Mirante do Gunga, as falésias da Praia do Gunga e uma charmosa vila de pescadores.

  • Rio Niquim
  • Falésias da Praia do Gunga

A próxima parada foi na Praia do Francês, finalizando o roteiro com um city tour na cidade histórica de Marechal Deodoro.

  • Praia do Francês
  • Praia do Francês
  • Cidade Histórica de Marechal Deodoro
  • Cidade Histórica de Marechal Deodoro

Caso você esteja de carro, o passeio poderá ser feito no seu próprio carro, acompanhado pelo guia.

Claro que apenas um dia é pouco para todas essas atividades, e é por isso que eu recomendo que você escolha dentre as opções aquelas que mais te interessam, e divida entre dois ou três dias de passeios. Eis aqui algumas sugestões, cujas descrições foram retiradas do próprio site da empresa:

Passeio às falésias:

Em uma super imersão de 4 horas de duração, você irá conhecer o maior paredão de Falésias do Brasil, com uma parada exclusiva em um mirante natural no topo do paredão a 60 metros de altura, sol, mar, caminhada em praias selvagens, banho de lagoa e a oportunidade de conhecer uma pacata vila de pescadores que se esconde nesse paraíso.

Falésias da Praia do Gunga - Barra de São Miguel
Falésias da Praia do Gunga

Rio Niquim + trilha:

Em uma experiência única, você sairá de uma fazenda na Zona Rural da Barra de São Miguel em busca da Mata Atlântica e das águas medicinais da Lagoa do Rio Niquim. 5 km de passeio parando em 2 mirantes naturais com vista para o rio, depois caminhamos margeando a lagoa por coqueiros e Mata Atlântica, incluindo uma parada para banho em uma propriedade particular de uso exclusivo da nossa empresa.

Praia do Francês + Marechal Deodoro

Vivencie uma rica experiência com belezas naturais, cultura e história. Marechal Deodoro te proporciona um retorno na história Alagoana. 

Numa gostosa trilha beira mar entre a restinga, dunas e coqueiral, com destaque para visita a área de desova de tartarugas marinhas, onde além da paz da natureza você vai descobrir lendas e visitar ruínas históricas escondidas na Praia do Francês. 

No mesmo tour, você também irá visitar o centro histórico com casario tombado pelo IPHAN, igrejas, museu de Arte sacra e com a casa histórica de Deodoro, primeiro presidente do brasil.

BARRA DE SÃO MIGUEL- PORQUE IR

Não são poucos os turistas que conhecem Barra de São Miguel somente como ponto de embarque para a praia do Gunga. O que eles não sabem é que a pequenina cidade, a 30 km da capital, abriga um dos balneários preferidos da elite alagoana, com uma bela praia de piscinas naturais na maré baixa e ondas fortes na alta. As boas formações, aliás, fazem de São Miguel cenário constante de campeonatos regionais de surf.

 

À Beira Mar: Mordomia e relax garantidos<br>

À Beira Mar: Mordomia e relax garantidos
Foto: Breno Laprovitera – Embratur

Praia do Gunga tem trechos de burburinho e outros de pura paz

Um dos passeios mais concorridos é o de barco, que leva à praia do Gunga e à lagoa do Roteiro, passando por ilhotas, manguezais e barreiras de recifes.
Gunga, um dos cartões-postais de Alagoas salpicado de coqueirais e areias finas, fica na área de uma fazenda de cocos, no encontro do mar com a lagoa. Muitos barzinhos espalham-se pela orla – na alta estação, costumam lotar com as excursões vindas de Maceió. Neste caso, basta caminhar um pouco para encontrar uma faixa de areia quase vazia.

Também na praia de São Miguel é comum a presença de ônibus fretados nos finais de semana. A turma toma conta da área que concentra bares e quiosques
Para fugir do burburinho, siga para o trecho em frente às residências, que é menos concorrido. 
Na hora do jantar, circule pelas pizzarias, tapiocarias e sanduicherias que se espalham pelo centro e pela Vila Niquin. Ou siga para os resorts, que têm restaurantes abertos ao público.

HOTÉIS E POUSADAS EM BARRA DE SÃO MIGUEL

Veja ofertas de hotéis e pousadas em Barra de São Miguel

DESCUBRA AS ATRAÇÕES E INFORMAÇÕES DE BARRA DE SÃO MIGUEL

UM DIA NA BARRA DE SÃO MIGUEL

Barra de São Miguel, localizada a apenas 30 km da capital, é daqueles lugares que não dá pra deixar de visitar quando se vai para Maceió. 

+ Onde se hospedar na Barra de São Miguel: opções para todos os bolsos!

Mar calmo, aquele verde incrível, infraestrutura hoteleira e gente pra lá de simpática compõem o cenário perfeito para dias deliciosos em Alagoas. E, claro, a Barra de São Miguel tem que estar nesse roteiro.

O que fazer na Barra de Sao Miguel

Praia da Barra | Foto: Cris Andrade

Eu curto muito ir pra Barra, sobretudo por conta da proximidade da capital. Sem falar que, por conta da barreira de corais, quase que temos uma piscina natural gigante, praticamente todo o tempo.

O que fazer na Barra de Sao Miguel

Maré baixa na Barra | Foto: Cris Andrade


COMO CHEGAR

Se você estiver dirigindo, basta pegar a AL 101 Sul. A partir do centro de Maceió não leva mais que vinte e cinco minutos, em via duplicada.

Vale a pena alugar um carro mas, caso não seja sua proposta, há muitos receptivos que fazem o trajeto ida e volta por R$ 35,00 em média.

O que fazer na Barra de Sao Miguel

Maré alta na Barra | Foto: Cris Andrade

+ TOP 10: Os melhores passeios em Maceió, Alagoas!

O QUE FAZER NA BARRA DE SÃO MIGUEL

Se você estiver hospedado em Maceió e seu objetivo for curtir um dia bem tranquilo de sombra, banho de mar e água fresca na praia da Barra de São Miguel, temos três sugestões para você:

#1 Passar o dia no Praêro Beach Club|

O Praêro é uma opção para quem busca um pouco mais de conforto. O Beach Club oferece, além das típicas cadeiras e sombreiros beira-mar, um cardápio elaborado, estrutura coberta, além de uma piscininha (amor!). Funciona no sistema de day-use e, atualmente, custa 25 reais.

O que fazer na Barra de Sao Miguel

Praêro Beach Club | Foto: Cris Andrade

DICA VC: O Praêro também disponibiliza um passeio de lancha (com piloto e combustível) com capacidade de até 12 pessoas. Entre em contato para saber todas as condições.

#2 Curtir uma barraquinha beira mar (sem frescura) |

Opção pra quem  curte as típicas barraquinhas de praia, sem muito fru-fru, com bons preço e atendimento.

o que fazer na barra de sao miguel

Canoas | Foto: Cris Andrade

Na minha última visita, minha escolha foi o Canoas. Aqui é possível ficar na parte de cima (só fico aqui quando a maré está muito alta) ou nas mesinhas na areia.

Barra de Sao miguel alagoas

Praia da Barra | Foto: Cris Andrade

O cardápio do Canoas está recheado de opções com frutos do mar mas também tem carnes e saladas. Deixo abaixo uma foto (mai/19) pra você ter ideia dos valores praticados.

o que fazer na barra de são miguel

Cardápio Canoas | | Foto: Cris Andrade

#3 Fazer o bate e volta de lanchinha (aquário natural e banco de areia) |

Além de curtir o marzão, bares e beach clubs da região, recomendamos o famoso passeio de lanchinha (já fiz uma meia dúzia de vezes), inclusive pra quem estiver com crianças.

praia do gunga dicas

Ponto de embarque da lanchinha na Barra de São Miguel | Foto: Cris Andrade

O passeio, que dura cerca de uma hora, sai da Barra de São Miguel e faz duas paradas. A primeira no aquário natural, e a segunda no banco de areia, onde ficamos em torno de 40 minutos, retornando em seguida para a orla da Barra.

Para detalhes da travessia com valores e fotos das paradas no aquário natural e no banco de areia, clique aqui agora ou aperte o play pra sentir o gostinho!

DICA VC: Como você viu no vídeo, o passeio completo faz as duas paradas mas tem como destino final a praia do Gunga. Felizmente, eles incluíram mais duas opções. Uma para quem quer fazer um passeio mais curto (sugestão #3) e outra para quem quer ir até a praia do Gunga ficar um tempinho e voltar pra Barra depois. Na hora da compra, é só explicar a opção escolhida que o pessoal te orientará direitinho.


O QUE FAZER NA BARRA DE SÃO MIGUEL (arredores)

Claro que ficar de boa na praia é uma delícia mas caso queira explorar os arredores, sobretudo se você estiver hospedado em algum dos hotéis ou pousadas da Barra de São Miguel, o que não faltam são opções próximas (de 10 a 15 km). Bora lá!

#1 Praia do Gunga |

Combinar Barra de São Miguel e praia do Gunga é o combo mais que perfeito. E, embora muito próximas, as duas praias são bem diferentes, tanto em visual quanto em atrativos. Se puder, não deixe de unir as duas experiências! 

o que fazer na barra de sao miguel

Praia do Gunga | Foto: Cris Andrade

o que fazer na barra de sao miguel

Lagoa do Roteiro | Foto: Cris Andrade

o que fazer na barra de sao miguel

Mirante do Gunga | Foto: Cris Andrade

#2 Massagueira |

A Massagueira é um distrito que pertence ao município de Marechal Deodoro, localizado às margens da lagoa. Lá funcionam alguns bares e restaurantes bem conhecidos dos alagoanos. É uma boa opção para comer bem, curtindo o visual lagunar.

o que fazer na barra de sao miguel

Massagueira | Foto: Cris Andrade

o que fazer na barra de sao miguel

Crôa Bar | Foto: Cris Andrade

#3 Centro Histórico de Marechal Deodoro |

A antiga capital de Alagoas e cidade natal do primeiro presidente da república, guarda um acervo histórico e de arte sacra que merece ser visitado. Caminhe por suas ruas e igrejas e, pra finalizar, prove um caldinho de sururu e uma casquinha de siri, às margens da lagoa. 

o que fazer na barra de sao miguel

Centro de Marechal Deodoro | Foto: Cris Andrade

o que fazer na barra de sao miguel

| Foto: Cris Andrade

o que fazer na barra de sao miguel

| Foto: Cris Andrade

#4 Praia do Francês |

A praia do Francês é um dos atrativos do litoral sul que mais gosto, sobretudo durante a semana (quando há menos ambulantes). E, quando a maré está baixa, forma uma piscininha gigante de águas mornas. Uma delícia!

o que fazer na barra de sao miguel

Praia do Francês | Foto: Guia Adriano

as melhores praias de alagoas

Praia do Francês | Foto: Cris Andrade

melhores praias de alagoas

Letreiro ‘Eu amo Francês’ | Foto: Cris Andrade


PACOTES PROMOCIONAIS NO HOTEL URBANO

É só clicar na imagem para conferir as ofertas do pacote Maceió + Maragogi + Porto de Galinhas – 2020 (Aéreo + Hospedagem c/ café + Opção de Traslado) para 7 ou 10 dias.


ONDE FICAR NA BARRA DE SÃO MIGUEL

Na Barra de São Miguel você tem excelentes opções como o Gungaporanga Hotel, o Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort e o  Village Barra Hotel. E várias outras opções mais em conta que deixamos nesse post aqui: ONDE SE HOSPEDAR NA BARRA DE SÃO MIGUEL: Paraíso a 30km de Maceió!


ONDE FICAR EM MACEIÓ

Já em Maceió, as melhores hospedagens considerando a localização, estão na Praia de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. Podemos sugerir o Ritz Lagoa da Anta ou o Jatiúca Resorts e, outras mais em conta, como o  Holiday Inn e o Hotel Praia Bonita.

Utilize a caixa de pesquisa abaixo e já faça uma simulação para ver outras opções e comparar os preços.

VALE A PENA ALUGAR UM CARRO

Sempre rodamos por Alagoas de carro. Tudo é pertinho. A gente fica muito mais livre e não precisamos acordar de madrugada para ir aos passeios que ficam um pouco mais distantes. A Rentcars, nossa parceira, oferece o serviço de aluguel de veículos, com o bônus de não ter IOF e ainda dividir em 12x. E, pagando no boleto ainda tem desconto.

FAÇA UMA COTAÇÃO AQUI!


QUAL EMPRESA CONTRATAR PARA OS PASSEIOS 

Se você optou por não alugar um carro ou contratar um privativo, deixo como sugestão a Luck Receptivo, uma empresa séria, confiável e com tempo de mercado. E, contratando online, você consegue facilidade de pagamento e, a depender da época, até descontinhos!

Ela oferece a maioria dos passeios em Maceió, como também trabalha com passeios a partir de RecifePorto de GalinhasJoão PessoaSalvadorNatalPipa e até Fernando de Noronha.


GRUPO NO FACEBOOK

Criamos um grupo no facebook para compartilhar experiências, tirar dúvidas e dividir dicas sobre o destino. Não deixe de entrar, sobretudo se MACEIÓ | RECIFE | PORTO DE GALINHAS e arredores, estiverem na sua lista! Só clicar no link e seja bem vindo!