Remodelagem da rede hospitalar de Alagoas vai ampliar leitos para Covid-19

Texto de Severino Carvalho

A rede hospitalar alagoana passará por uma remodelagem emergencial para enfrentar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A informação foi repassada pelo governador Renan Filho, na tarde desta segunda-feira (23), em reunião por videoconferência com os presidentes do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Tutmés Airan; da Assembleia Legislativa (ALE), Marcelo Victor; e do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Otávio Lessa.

“A remodelagem da rede hospitalar vai fortalecer a capacidade do Estado para enfrentar a pandemia do novo coronavírus em duas frentes, principalmente: aumentando o número de leitos para o tratamento dos casos de baixa complexidade e para aqueles considerados graves, cujos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) serão destinados”, explicou o governador.

Renan Filho convidou os presidentes das instituições a participarem da entrega, até o final desta semana, dos 20 primeiros novos leitos de UTI que estão sendo instalados no Hospital Veredas, antigo Hospital do Açúcar, para tratar os casos graves da Covid-19.

“Nós teremos 105 leitos de UTI prontos até o dia 30 de março e, durante o mês de abril, a ideia é passar dos 200, quase que dobrando o número de leitos de UTI da rede pública de saúde alagoana”, revelou Renan Filho. Até o momento, o estado não registra casos graves da Covid-19.

No processo de remodelagem, o Hospital da Mulher, por exemplo, que foi inaugurado pelo Governo do Estado em outubro do ano passado, terá os serviços transferidos para outra unidade de saúde.

“Nós vamos utilizar toda a estrutura do Hospital da Mulher para atender as pacientes com Covid-19. Estamos, também, negociando com outros hospitais a ampliação do número de leitos para estarmos ainda mais preparados para atender os casos que surgirem da doença em Alagoas”, acrescentou.

Durante a videoconferência, os presidentes dos poderes demonstraram total apoio das instituições ao plano de enfrentamento ao novo coronavírus, executado pelo Governo do Estado e se dispuseram a colaborar por meio de ações conjuntas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*